18 Dezembro, 2018

“Mundo Mouraria”: Captar ideias sobre crise em formato digital

Rua da Mouraria

Mundo Mouraria é um webdocumentário sobre Comida, Crise e Território produzido e realizado pelos Bagabaga Studios, uma startup de media digitais nascida na NOVA FCSH.

Como é que o conceito de “Crise” pode estar associado à emergência de novas configurações sociais? Esta questão, um desafio colocado pelas Bolsas Crisis Buster, levou a cooperativa de media digitais, Bagabaga Studios, a realizar uma recolha documental em torno das ideias de crise, arquitetura e território no bairro da Mouraria, tendo o tema da alimentação como denominador comum.

O resultado foi o web documentário “Mundo Mouraria”, que mostra a história de vida de seis habitantes: Joaquim, Leader, Miloca, Nina, Rita e Salvino são os personagens que guiam o espetador por espaços arquitetónicos e sociais, convidando a conhecer o bairro e a sua diversidade cultural.

O trabalho inclui textos, vídeos, ilustrações, fotografias, design de interação e comunicação digital. Foi produzido com o apoio de uma Bolsa Crisis Buster, atribuída pela Trienal de Arquitetura de Lisboa 2013.

Os Bagabaga Studios venceram a 2.ª edição do Prémio de Empreendedorismo NOVA FCSH– Santander Totta – Melhor Ideia de Negócio 2013.

Legenda da imagem: vista da Mouraria. Créditos: Mundo Mouraria e Bagabaga Studios.

Escrito por
FCSH +LISBOA
Ver todos os artigos
Deixe uma resposta

Escrito por FCSH +LISBOA

O PROJETO

Uma nova forma de conhecer Lisboa
+ inovadora + visual e + interativa
a partir do que se investiga na NOVA FCSH. [Saiba +]

APRENDER SOBRE LISBOA NA NOVA FCSH 2017/2018

Tempos e cidades (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em Estudos Urbanos, aberta a alunos externos. [Saiba +]

História de Lisboa Medieval (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História, aberta a alunos externos. [Saiba +]

A cidade na cultura oitocentista (2.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História da Arte, aberta a alunos externos. [Saiba +]

Unidades de Investigação da FCSH/NOVA

Clique aqui para aceder às 16 unidades de investigação da FCSH/NOVA.

FCSH +LISBOA NAS REDES