Aprender com Apichatpong Weerasethakul

Vencedor de Palma de Ouro foi homenageado num ciclo da Cinemateca Portuguesa dedicado à sua obra e lecionou no Doutoramento em Estudos Artísticos, da NOVA FCSH.

Apichatpong Weerasethakul, o realizador tailandês de O Tio Boonmee que se lembra das suas vidas anteriores, filme distinguido em 2010 com uma Palma de Ouro no Festival de Cannes, esteve em Lisboa para acompanhar um ciclo dos seus filmes exibido na Cinemateca Portuguesa. A sua presença estendeu-se à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, onde os estudantes do curso de Doutoramento em Estudos Artísticos, dirigido por João Mário Grilo, puderam beneficiar do seu saber e experiência em sessões de seminário.

Desde há décadas que são estreitas as relações da NOVA FCSH com a Cinemateca Portuguesa, nomeadamente através do Departamento de Ciências da Comunicação. onde se incluem visitas de estudo e o hábito de frequentar ciclos de cinema. Também esta vinda de Apichatpong Weerasethakul ao ciclo organizado pela Cinemateca proporcionou estimulantes momentos de cinema aos seus alunos.

O evento realizado de 20 a 28 de abril de 2016, incluiu dois programas de curtas-metragens e a antestreia da última obra do realizador, Cemitério do Esplendor, numa iniciativa conjunta com a distribuidora Midas Filmes. Do programa constou também a exibição de filmes da sua escolha, num painel alargado de realizadores: Tsai Ming-liang, Hou Hsiao-Hsien, Forough Farrokhzad, Abbas Kiarostami, Jacques Tourneur, Stephen e Timothy Quay, Francis Ford Coppola, Maya Deren e Bruce Baillie.

 

 

Legenda da imagem: Apichatpong Weerasethakul. Fotografia de El Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *