Articular usos de arquivos medievais

Arquivistas e historiadores debateram formas de articulação para gerar conhecimento sobre a Idade Média, numa iniciativa do Instituto de Estudos Medievais (IEM) da NOVA FCSH.

No âmbito de um projeto de investigação entre o Arquivo Municipal de Lisboa e o Instituto de Estudos Medievais (IEM), o congresso “Desvendar memórias: arquivos e história medieval”, realizado no Teatro Aberto de 17 a 18 de novembro de 2016, debateu o papel dos arquivos municipais na arquivística portuguesa atual, a conservação e acesso à documentação medieval e as formas mais adequadas para a sua divulgação.

Pretendeu-se associar a contribuição dos historiadores para o mapeamento das fontes medievais, bem como valorizar o papel dos arquivos e seu conteúdo para o desenvolvimento do conhecimento histórico nacional e internacional.

Programa

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *