Bairros de Lisboa: uma identidade que tem muito do imaginário dos lisboetas

Sabia que existem cerca de 150 ‘bairros’ em Lisboa, cujos limites não correspondem às designações administrativas, mas que foram consagrados pelos próprios habitantes? Afinal, o que distingue um bairro?

O projeto Bairros em Lisboa reuniu investigadores do Centro de Estudos de Arquitetura, Cidade e Território da Universidade Autónoma de Lisboa e Nuno Pires Soares do CICS.NOVA da FCSH/NOVA num objetivo comum: procurar entender o que define hoje um bairro pela voz dos lisboetas, compreender os contextos em que emergiram e analisar em profundidade seis bairros: Telheiras, Campo de Ourique, Alvalade, Graça, Ajuda e Galinheiras.

Os resultados dos 720 inquéritos realizados à população lisboeta e os seis estudos de caso mostram que um bairro tem várias definições que ultrapassam limites administrativos ou planos urbanísticos: nasce pela voz dos próprios habitantes que identificam o local onde vivem como “bairro”, fruto de marcas que permitem assumir esta identidade, como comércio, uma praça para convívio ou simplesmente um sentimento de pertença coletivo.

O comércio tradicional e a vida diurna de rua são as características mais apontadas pelos lisboetas como representativas de um bairro.

Créditos da imagem em destaque: Nuno Pires Soares.

4 comentários em “Bairros de Lisboa: uma identidade que tem muito do imaginário dos lisboetas

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *