Bangladeshis em Lisboa: de vendedores ambulantes a empresários

O primeiro bangladeshi, natural da região de Sylhet, chegou a Lisboa em 1993. Terá sido por seu intermédio que outros lhe seguiram o exemplo. Começaram por trabalhar em setores desfavorecidos, mas rapidamente se tornaram empresários. Em 2008, detinham mais de 150 lojas entre o Martim Moniz, os Anjos e a Baixa lisboeta.

Arte pública em Lisboa: o encontro do lugar com a escultura na segunda metade do século XX

Foi apenas a partir dos anos de 1970 que a escultura começou a ser pensada e criada em função do espaço urbano que iria ocupar. Nasciam assim as primeiras peças de arte pública em Lisboa numa simbiose com o meio.

Etnomusicologia estuda Marchas Populares: o caso Mouraria

Marchas Populares

“Carrega Mouraria” é o grito que ergue meia centena de pessoas, empurrando-as pela Avenida da Liberdade abaixo, em representação do seu bairro durante as Marchas Populares de Lisboa. O momento foi retratado pelo INET-md e integrado no festival de arte contemporânea Paratissima.