22 Outubro, 2018

Exposição recorda Lisboa e Ceuta 600 anos depois

Lisboa 1415 Ceuta

O Centro de História d’Aquém e d’Além Mar (CHAM) transporta-nos numa visita ao passado para nos mostrar como eram Ceuta e Lisboa… há 600 anos.

Seis séculos passaram desde a chegada dos portugueses a Ceuta. Uma exposição organizada pela FCSH recordou como se vivia então em Lisboa e nessa cidade norte-africana no distante ano de 1415, analisando-se a história destas duas metrópoles a partir de documentos de arquivo, coleções de arte e, sobretudo, da investigação arqueológica, focando temáticas que passam pelo urbanismo, comércio, quotidiano e a defesa, entre outros.

A iniciativa teve lugar primeiro na capital portuguesa, de 1 de dezembro de 2015 a 28 de fevereiro de 2016, passando depois para o Museo del Revellín, em Ceuta.

Além de todas as peças em exibição, a exposição envolveu também a produção de um Catálogo de quase 300 páginas, profusamente ilustrado, e que poderá ser encontrado na Biblioteca do CHAM ou da FCSH/NOVA.

Leia as notícias publicadas na imprensa espanhola – El Faro Digital, Ceuta TV e El Pueblo de Ceuta -, no canal Sapo e outras relacionadas aqui e aqui.

Vídeo promocional da exposição.

Vídeo sobre a exposição em Ceuta

Legenda da imagem: pormenor do cartaz da exposição.

Escrito por
FCSH +LISBOA
Ver todos os artigos
Deixe uma resposta

Escrito por FCSH +LISBOA

O PROJETO

Uma nova forma de conhecer Lisboa
+ inovadora + visual e + interativa
a partir do que se investiga na NOVA FCSH. [Saiba +]

APRENDER SOBRE LISBOA NA NOVA FCSH 2017/2018

Tempos e cidades (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em Estudos Urbanos, aberta a alunos externos. [Saiba +]

História de Lisboa Medieval (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História, aberta a alunos externos. [Saiba +]

A cidade na cultura oitocentista (2.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História da Arte, aberta a alunos externos. [Saiba +]

Unidades de Investigação da FCSH/NOVA

Clique aqui para aceder às 16 unidades de investigação da FCSH/NOVA.

FCSH +LISBOA NAS REDES