Ficha técnica

Direção

Francisco Caramelo – Diretor da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH/NOVA)

Cristina Ponte – Subdiretora Adjunta para a Comunicação

 

Coordenação editorial

Dora Santos Silva – Departamento de Ciências da Comunicação/iNOVA Media Lab

 

Contributos editoriais

Professores e Investigadores da FCSH/NOVA: Amélia Aguiar de Andrade, Ana Isabel Queiroz, Ana Margarida Barreto, Ana Paiva Morais, António GranadoCarla Baptista, Carlos Correia, Catarina TenteDaniel Alves, Filomena Silvano, Francisco Rui CádimaJoão Seixas, João Soeiro de Carvalho, José Mapril, Luís Vicente Baptista, Manuel Pedro Ferreira, Margarida Acciaiuoli, Margarida Medeiros, Maria Antónia Coutinho, Maria João Branco, Maria José Roxo, Marisa Torres da Silva, Nuno Pires Soares, Nuno SenosPaulo Nuno VicentePedro Aires de Oliveira, Pedro Castro, Paula Godinho, Paula Ribeiro LoboRaquel Henriques da Silva, Rogério Puga, Rui Lopes, Susana TrovãoZília Osório de Castro, Zulmira Castanheira

Estudantes:  Raquel Lourenço (Departamento de Ciências da Comunicação)

 

FCSH +Lisboa agradece a todos os docentes, investigadores e estudantes de mestrado e de doutoramento da FCSH/NOVA que, com o seu conhecimento produzido sobre Lisboa e com a sua intervenção na cidade, contribuíram para o conteúdo desta Plataforma.

 

 

Divisão de Relações Externas, Comunicação e Sistemas de Informação – DRECSI

Cláudia Montenegro – chefe de Divisão

Núcleo de Marketing e Comunicação: Catarina Bernardo (coord.), Luís Reis, Marco Lopes; Paulo Alexandre Oliveira (design, fotografia e vídeo).

Núcleo de Informática: Pedro Marques

 

Envolvimento das unidades curriculares da FCSH/NOVA no projeto FCSH +Lisboa
Numa ótica BPL (Project-Based Learning), os alunos de unidades curriculares da licenciatura em Ciências da Comunicação e do mestrado em Jornalismo serão envolvidos já no segundo semestre do ano letivo 2016/2017 na escrita de conteúdos, até agora assegurada pela coordenação editorial e contributos pontuais, na realização de visitas virtuais e em projetos de fotografia desenvolvidos especificamente para este projeto. Desta forma, os alunos exploram desafios reais, enriquecem o seu portefólio e têm uma aprendizagem ativa.