19 Julho, 2019

Quando os edifícios contam a sua própria história

É certo que algumas estruturas de Lisboa escondem segredos, mas e se a história do próprio imóvel estivesse representada na fachada principal? É  o que acontece com o edifício que aloja o Hard Rock Café, na Avenida da Liberdade, onde as figuras e os símbolos esculpidos contam o passado do Cinema Condes.

Na interseção da Rua Condes com a Avenida da Liberdade, a fachada principal do Hard Rock Café conta a sua própria história. O velho edifício do Teatro Condes, antes propriedade da empresa Castello Lopes, foi reconstruído entre 1950 e 1952. Sob o traço de Raúl Tojal e esculpido por Aristides Vaz, este imóvel deu origem à nova moradia dos cinéfilos: o Cinema Condes.

A sua história, porém, é contada por cinco personagens, cada uma com um significado muito próprio. A tragédia e a comédia, géneros do teatro grego, são os primeiros. São evocados por duas figuras femininas e surgem logo após o símbolo do Hard Rock Café.

A personagem feminina de comédia, a segurar uma máscara, é semelhante a Tália, uma das nove musas da mitologia grega. Ao lado, a outra personagem feminina simboliza a tragédia, retratada de forma triste e de semblante cabisbaixo. As palavras “Tragédia” e “Comédia” estão inscritas junto das respetivas personagens.

Logo a seguir, numa espécie de hierarquia, as sete estrelas fazem alusão à sétima arte, o cinema. É representado por uma personagem masculina que segura uma película de filme e a palavra “Cinema” aparece do lado direito desta representação.

A dança e a música são os últimos símbolos esculpidos na fachada principal do edifício. A maneira como a personagem feminina está representada sugere que está a dançar e que deixou cair o véu, ao ficar entrelaçado nos membros inferiores.

A música é retratada por uma personalidade masculina a tocar harpa egípcia para a mulher que dança. Esta personagem está apoiada com um dos joelhos no chão, que é a forma correta de tocar este instrumento. Curiosamente, a harpa desta figura apenas tem nove cordas, enquanto que a harpa egípcia original possui 21.

O que une estes três elementos é uma película de filme, transversal a estas representações. O significado deste objeto sugere a interação destas artes que narram a essência do edifício. É de referir, ainda, dois elementos mais atuais: os puxadores das portas do estabelecimento, em forma de guitarra elétrica.  Um convite para a entrada no Hard Rock Café, numa clara alusão ao género musical que é a marca identitária do restaurante americano.

Conheça esta e outras Catedrais do Cinema no nosso roteiro, aqui.

Escrito por
Beatriz Carvalho
Ver todos os artigos
Escrito por Beatriz Carvalho

O PROJETO

Uma nova forma de conhecer Lisboa
+ inovadora + visual e + interativa
a partir do que se investiga na NOVA FCSH. [Saiba +]

APRENDER SOBRE LISBOA NA NOVA FCSH 2017/2018

Tempos e cidades (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em Estudos Urbanos, aberta a alunos externos. [Saiba +]

História de Lisboa Medieval (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História, aberta a alunos externos. [Saiba +]

A cidade na cultura oitocentista (2.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História da Arte, aberta a alunos externos. [Saiba +]

Unidades de Investigação da FCSH/NOVA

Clique aqui para aceder às 16 unidades de investigação da FCSH/NOVA.

FCSH +LISBOA NAS REDES