O testemunho industrial e cultural da Graça

O encanto da Graça esconde-se em cada canto dos seus pátios e vilas operárias, testemunhos de um património industrial que deve ser recordado pelos locais e apreciado pelos turistas.

Foi com base nessa premissa que Ana Querido criou um itinerário turístico-cultural que promove o legado industrial e outros atributos culturais da Graça, no âmbito da sua tese de mestrado (2013) em Práticas Culturais para Municípios da NOVA FCSH.

A maior parte das vilas operárias, criadas para acolher os trabalhadores provenientes do campo e por vezes as famílias dos senhores que os contratavam, data de finais do século XIX e partilha uma estética próxima da ruralidade na cidade. O circuito proposto inclui a Vila Sousa, a Vila Berta, a Vila Rodrigues e o Bairro Estrela d’Ouro.

O encanto da Graça chega também a outras estruturas, como o miradouro Sophia de Mello Breyner, o Convento da Graça, o Jardim Augusto Gil e o Miradouro Senhora do Monte, que conclui o itinerário.

Legenda da imagem: convento da Graça no horizonte. Fotografia de Lucie Dohnálková [CC].

Explore em breve o roteiro da Graça que estamos a preparar com base no contributo de vários investigadores da FCSH/NOVA.

Siga e partilhe:
20

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *