Azulejos com música na Mouraria

O antigo Colégio dos Meninos Órfãos, situado na Rua da Mouraria, n.º 64, nas traseiras do Centro Comercial da Mouraria, esconde no seu interior painéis de azulejos do século XVIII com motivos musicais.

São, no total, quarenta painéis com temas bíblicos: trinta representam temas do Antigo Testamento e dez são dedicados ao Novo Testamento. Luzia Rocha, do Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical da NOVA FCSH, faz neste artigo o primeiro enquadramento musicológico dos três painéis que contêm referências musicais.

No primeiro – Jacob rouba a bênção de Esaú – dois caçadores tocam trompas de caça, um dos instrumentos musicais mais representados na azulejaria portuguesa da primeira metade século XVIII. No segundo – David acalma Saúl –, David, personificação da música sacra, acalma Saúl e protege-o dos espíritos malignos tocando harpa; a música assume um poder curativo, quase medicinal. No último painel, intitulado Triunfo de David, as mulheres de todas as cidades de Israel cantam e dançam ao som de um pandeiro, depois de David ter morto Golias.

O Colégio de Inovação a Nossa Senhora de Monserrate foi reformado em 1549 pela rainha D. Catarina, mulher de D. João III, para recolher cerca de 30 crianças órfãs, função que manteve até à primeira metade do século XVIII, altura em que foi colocado este revestimento azulejar.

Legenda da imagem: um dos painéis do antigo Colégio dos Meninos Órfãos. Créditos: Luzia Rocha.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *