8 Dezembro, 2019

Três anos a contar as estórias de Lisboa

Contar e conhecer Lisboa tem sido a essência deste projeto desde que nasceu, a 28 de novembro de 2016. As estórias da História da cidade alimentam aquela que é uma das principais características do ser humano: a curiosidade.

Se pudesse escolher uma estória sobre Lisboa, qual escolheria? O Mais Lisboa já contou mais de duas centenas, através da investigação científica que se faz na NOVA FCSH nas Ciências Sociais, nas Artes e nas Humanidades. De mãos dadas com artigos de abordagem jornalística e novas formas de explorar a cidade, esta plataforma tem vindo a crescer e a mostrar ao mundo o que está “escondido” nas páginas de artigos científicos, livros e comunicações.

Ao longo destes três anos, conhecemos e contamos a cidade com a colaboração de alunos e de investigadores da NOVA FCSH e os resultados fazem este projeto valer a pena. As visitas ao website têm vindo a crescer, ao alcançar dez mil páginas visualizadas em média por mês. No Facebook, o alcance das publicações tem atingido entre 900 e 2000 utilizadores, com quase 4000 gostos na página.

Contam-se as estórias das pessoas, dos lugares, dos tempos que já passaram e dos que ainda estão por vir. O que têm em comum o Mais Lisboa e os seus leitores? A curiosidade de saber mais, de explorar mais e de descobrir os segredos dos lugares que nos são familiares.

É por isso que continuamos.

Escrito por
FCSH +LISBOA
Ver todos os artigos
Escrito por FCSH +LISBOA

O PROJETO

Uma nova forma de conhecer Lisboa
+ inovadora + visual e + interativa
a partir do que se investiga na NOVA FCSH. [Saiba +]

APRENDER SOBRE LISBOA NA NOVA FCSH 2017/2018

Tempos e cidades (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em Estudos Urbanos, aberta a alunos externos. [Saiba +]

História de Lisboa Medieval (1.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História, aberta a alunos externos. [Saiba +]

A cidade na cultura oitocentista (2.º semestre)
Unidade curricular do mestrado em História da Arte, aberta a alunos externos. [Saiba +]

Unidades de Investigação da FCSH/NOVA

Clique aqui para aceder às 16 unidades de investigação da FCSH/NOVA.

FCSH +LISBOA NAS REDES